Dispositivos

Monitorização Térmica sem contacto

Deu origem à patente de Invenção Nacional PT 103 649 “Dispositivo para monitorização e registo da temperatura no transporte e armazenamento de produtos sensíveis à temperatura e respetivo método”. A característica inovadora do dispositivo é o facto de projetar a curva de variação térmica do produto alimentar, com base na temperatura inicial do mesmo e da variação da temperatura da câmara, sem contacto direto com o produto, ao longo do processo de monitorização. A base científica consiste na caracterização dos alimentos como sistemas térmicos. Tecnologia integrável com o sistema Flow.

o problema

A distribuição de produtos agro-alimentares caracteriza-se por ser efetuada em contentores refrigerados e, na maioria das empresas, o percurso inclui vários pontos de paragem/descarga. A subida da temperatura dentro do contentor é inevitável, quando as portas de acesso são abertas, devido ao diferencial térmico entre o exterior e o interior do contentor. Atualmente, com os dispositivos existentes, a única informação que o distribuidor dispõe para atestar as boas condições de transporte é a temperatura ambiente do interior do contentor. Dado que a variação térmica dos produtos é substancialmente mais lenta do que a variação da temperatura ambiente, a variação desta não pode ser usada diretamente para aferir se houve deterioração do produto. Apenas a temperatura do produto permite tirar conclusões objetivas. O Surface.T resolve este problema porque fornece a temperatura de superfície do produto e, assim, reduz as situações de conflito entre o distribuidor e o seu cliente.

a solução

O Surface.T consiste num dispositivo eletrónico que monitoriza a temperatura à superfície dos alimentos durante o transporte dos mesmos em contentores frigoríficos. Entre outras funções, permite a impressão do registo térmico no ponto de descarga. O software de suporte efetua a integração dos dados nos sistemas de informação e a sua visualização gráfica. Opcionalmente, a versão 2 do dispositivo, efetua um registo em tempo real da temperatura dos produtos.
 
A figura esquematiza a diferença no desempenho entre os sistemas convencionais e o Surface.T. Ambos tentam respeitar a condição da manutenção e vigilância da cadeia de frio, durante o transporte de produtos alimentares termo-sensíveis. O esquema representativo dos sistemas convencionais revela que a monitorização térmica para um dado produto com condições de frio predeterminadas (2 ºC < Produto < 4 ºC), é efetuada segundo o registo das temperaturas da câmara onde esse produto está acondicionado.
O gráfico da evolução da temperatura ambiente em função do tempo durante um processo de distribuição em grupagem (mesmo veículo responsável por várias entregas), mostra que, devido à abertura de portas da câmara, a temperatura da mesma é influenciada pelas características de exposição (tempo de abertura; temperatura exterior) dessas operações. Ao analisarmos o gráfico vemos que não é possível, com os sistemas convencionais de registo, avaliar exatamente qual foi a interferência dos aumentos de temperatura da câmara na temperatura do produto.
 
No processo convencional de monitorização térmica de alimentos, utilizamos os dados da temperatura da câmara para comprovar que o produto se manteve dentro das condições térmicas de conservação. Através do esquema vemos que dados relevantes (temperatura do produto) não estão disponíveis, pelo que, com base nos dados indiretos (temperatura da câmara) torna-se legítimo a quem receber os produtos rejeitá-los. Se considerarmos a abordagem do Surface.T, verifica-se que este dispositivo consegue calcular a variação da temperatura do produto ao longo do processo de transporte/distribuição com base na variação da temperatura da câmara e a temperatura inicial do produto. Como está explícito no esquema, com a utilização do Surface.T é possível, na altura de evidenciar os registos da monitorização térmica ao cliente, disponibilizar quer o registo da temperatura da câmara de transporte bem como o registo da variação da temperatura do alimento.

FALE CONNOSCO

Tem alguma questão?
Contacte-nos para:
» +351 220 500 507
» +351 910 696 528
Envie-nos um email
info@flowtech.pt
Porto
UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia
Rua Alfredo Allen, n.º455/461
4200-135 Porto - PORTUGAL
Lisboa
Lispolis - Pólo Tecnologico de Lisboa, Lote 1, sala 201 C - 1600-546 Lisboa